sábado, 6 de junho de 2015

Cristóvão



A partir do grego Christophoros, “portador de Cristo”, chegou-nos Cristóvão, nome usado metaforicamente pelos primeiros cristãos, simbolizando que levavam Cristo nos seus corações. Na Idade Média, interpretações literais levaram à criação de lendas sobre um santo com este nome, São Cristóvão, que tinha atravessado um rio carregando Jesus, ainda jovem. Foi morto durante o reinado de Décio, imperador romano do século III. Acabou por ser considerado o santo padroeiro dos viajantes e um mártir cristão, sendo venerado pelas Igrejas Católica e Ortodoxa. 

Só conheci este nome quando li A Vida Secreta de Dom Sebastião, onde um dos seus fiéis fidalgos se chamava Cristóvão Pires de Távora

Foi ainda o nome de três reis da Dinamarca, um deles Cristóvão da Baviera (Christopher of Bavaria), que também governou a Noruega e a Suécia. 

No entanto, Cristóvão é-nos mais familiar graças à personalidade histórica de Cristóvão Colombo, navegador e historiador oriundo de Génova, responsável pela liderança da frota que alcançou o continente americano em 1492. Para os mais novos é também uma das personagens de Winnie-The-Pooh, Christopher Robin, baseado no filho do escritor, Alan Alexander Milne. 

Cristóvão tem diversas variantes pelo mundo, sendo Christopher, Kristoff e Cristóbal as mais conhecidas. Recentemente, Kristoff tem andado mais nas bocas e ouvidos das crianças (e adultos), com a saída do filme de animação Frozen, em Novembro de 2013, onde uma das personagens principais se chama Kristoff. Adoro este filme e quando o vi pela primeira vez achei super interessante a parte em que Anna confunde o seu nome Kristoff com Christopher – ao que ele responde ofendido “It’s Kristoff!”. E não deixa de ser curioso que, quando Anna lhe pede que a leve à Montanha do Norte, Kristoff responde que “não leva pessoas a sítios” (I don’t take people places), entrando levemente em contradição com o significado do nome. 

Cristóvão parece-me ser daqueles nomes que precisam de um “empurrão”. Agora que Frozen se tornou um sucesso, talvez seja o suficiente para que nasçam mais meninos Cristóvão, tanto em Portugal como no Brasil, já que as figuras históricas aparentam ser insuficientes (no ano passado, Cristóvão foi registado apenas 4 vezes).

Maria Pilar Monteiro.

Vocês gostam deste nome? E das suas variações?

12 comentários:

  1. Aprecio Cristóvão, mas não adoro ao ponto de considerar utilizar. Gostei do texto! :)

    ResponderEliminar
  2. Penso que Cristóvão tem imensos atrativos para os dias de hoje é não me admiraria se se tornasse mais popular. Começo a gostar do nome, e antigo e forte como a minha preferência quanto a nomes masculinos.
    Já de Christopher e Christophe não gosto. Kristoff é fofo!

    ResponderEliminar
  3. adoro Cristóvão, mesmo muito, e se ponderasse apenas viver em Portugal seria um dos nomes que pensaria utilizar em filhos meus, sem dúvida.

    ResponderEliminar
  4. Adooooro Cristóvão. Nunca o tinha associado a Cristo e só agora estou a reparar.
    Na realidade só comecei a dar uma atenção especial a Cristóvão pela sua variante castelhana Cristóbal que me apaixonou e fez procurar por um semelhante na lista de nomes admitidos em Portugal.
    Adoraria ver dois irmãos Sebastião & Cristóvão que, apesar de terem terminações iguais, como são dois nomes longos e diferentes, não ficam tão "graves" como, por exemplo, João & Romão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gosto desse par e adoro Cristóvão & Teodoro, por exemplo.
      No livro A Vida Secreta de Dom Sebastião, o fidalgo do rei, Cristóvão Pires de Távora, tem um irmão chamado Álvaro Pires de Távora, também acho que combina, Cristóvão & Álvaro :)

      Eliminar
  5. eu gosto mt de...kristoff kkkk Cristovão é ok.

    ResponderEliminar
  6. devo dizer q no entanto Cristóvão tem despertado meu interesse...assim como Estêvão (outor nome terminado em ão)

    ResponderEliminar
  7. Adoro Cristóvão. Não sou devota de nenhum santo e tampouco religiosa, mas descobrindo agora que ele é o padroeiro dos viajantes gostei mais ainda. Tem um bairro, uma zona, onde eu moro que se chama São Cristóvão e outro São Conrado e acho que Cristóvão e Conrado ficam muito bem juntos para nomes de irmãos.

    ResponderEliminar