segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Camile


Redescobri este nome há bem pouco tempo, quando me deparei com Camomile, não apreciando muito este nome, lembrei-me que adoro este unissexo: Camile. E curiosamente, gosto muito dele de igual forma: tanto no masculino, como no feminino. Os seus ares franceses cativam-me, e a sua semelhança com Émile, outro nome de que também gosto bastante, atribui-lhe ainda mais pontos.

Não sendo o maior apreciador de letras duplas, Camile é preferencialmente mais usável que Camille, que, segundo o BTN, é a forma francesa masculina e feminina de Camilla. Na língua inglesa, Camille é utilizado apenas no feminino. Continuando a história etimológica, Camilla é a versão feminina de Camillus, um cognome romano, que é provavelmente de origem etrusca e de significado desconhecido. Existe a relação de Camillus com a palavra latina camillus, que significa "um jovem empregado em serviços religiosos" e alguns sites até apontam "servidor/a" como possível significado, mas outras fontes acreditam que este não está correto.

Porém, como disse a Maria Pilar, no seu post sobre Camila, “se pensarmos que um servo é alguém que nos é fiel e que estará lá para tudo o que precisarmos (ou apenas para o que quisermos, e nesse caso será uma pessoa cheia de paciência), então "servidor/a" pode ser sinónimo de "fidelidade" e "paciência". Eu concordo em absoluto, e para além disse o que é o significado comparado a uma ótima sonoridade e grafia?

Segundo os dados da ARPEN/SP, no estado de São Paulo, no Brasil, no ano 2015, foram registados 27 bebés com o nome Camile, que apesar de não enunciar o género, acredito serem, na maioria, meninas. Camille ainda conseguiu resultados mais satisfatórios, atingindo os 82 registos. Já em Portugal, não sei se é por não constar na lista do IRN, que não obteve nenhum registo no mesmo ano.

Na Wikipédia encontrei as seguintes referências a Camille (já que com Camile, infelizmente, não encontrei nenhuma):
  • Camillenome de numerosos filmes, alguns deles baseados na novela e peça de 1852 La Dame aux Camélias de Alexandre Dumas, a qual também serviu de base à ópera La Traviata de Giuseppe Verdi;
  • Camille Claudel – escultora francesa;
  • Camille Dalmais – cantora francesa;
  • Camille Pissarro – pintor francês.

Confesso-vos apesar de adorar Camile tanto no masculino como no feminino, a probabilidade de o vir a utilizar no masculino é muito superior, porque é interessante e diferente, e à semelhança de Camilo e Camila, a versão masculina é muito menos conhecida e utilizada e isso atraí-me imenso. Gosto imenso deste nome e tudo o que transmite.

E vocês, gostam de Camile?

4 comentários:

  1. não gosto como masculino; como feminino acho simpático, mas ainda assim prefiro Camila :)

    ResponderEliminar
  2. Gosto bastante, acho um nome delicado, meigo e gracioso, mas só consigo imaginá-lo no feminino, no masculino não gosto. Prefiro a grafia Camille, acho que confere mais personalidade ao nome e o distancia um pouco de Camila.

    ResponderEliminar
  3. Acho bonito e também o vejo mais num rapaz do que numa rapariga. Tal como escreves no texto, Emile é outro nome que também aprecio. Em português, gosto mais de Camilo, comparativamente a Camila, mas mesmo assim não são nomes que me entusiasmem particularmente. A grafia Camile torna o nome mais leve.

    ResponderEliminar