quarta-feira, 22 de junho de 2016

Aloísio


Aloísio, um nome masculino raro entre nós. Trata-se da forma latinizada de Aloys que, por sua vez, deriva do nome germânico Chlodovech, composto pelos elementos hlud, que significa famoso, e wig, que significa batalha guerreiro, portanto, o guerreiro famoso! Este nome deu origem a vários nomes ainda hoje em dia presentes na nossa sociedade como Luís ou Ludovico. Entre algumas dessas variações, encontra-se, precisamente, Aloísio.

O nome nunca foi muito utilizado entre portugueses. Para termos uma ideia, entre 1920 e 1980 nasceram apenas 94, existindo vários anos em que o nome não contava com absolutamente registo nenhum. Mais atualmente, em 2013 foi registado apenas um menino como Aloísio Filipe, em 2014 um Rúben Aloísio e em 2015 foi registado mais um menino com este nome, ainda que se desconheça se terá composto ou não.

No Brasil, um cenário semelhante: os censos de 2010 estimam que existam no Brasil cerca de 25 mil Aloísios, o que não é um nome muito expressivo tendo em conta a população do país. Ao longo das décadas, Aloísio foi crescendo até 1960, altura em que atinge o máximo de registos por década (6176 meninos), começando a decrescer de forma abrupta até aos nossos dias. Atualmente, não é contemplado em nenhum top mas em 2015, no Estado de São Paulo, foram registados 3 Aloísios e os compostos: Aloísio Lucas, Aloísio Victor, Cauã Aloísio, David Aloísio, Gregory Aloísio e Raul Aloísio.

Como referências temos o Santo Aloísio Gonzaga, um nobre jesuíta italiano, o pintor do calendário gregoriano Aloísio Lilius, o poeta francês Aloísio Bertrand e o escritor irlandês James Joyce, cujo nome completo é James Augustine Aloysius Joyce. Em termos de referências televisivas, dá-se o destaque para um personagem da série Reign, que retrata a vida de Mary Stuart, a Rainha da Escócia: Lord Aloysius Castleroy, uma personagem muito meiga e compreensiva, que combina uns belos traços de personalidade com o seu estatuto de nobre francês. Sou fã da série por isso não poderia ficar indiferente a este nome.

Não prevejo um interesse no nome Aloísio nas próximas décadas em Portugal e no Brasil, mas talvez no futuro possa ser apreciado como um nome vintage cheio de charme. Pessoalmente, acho Aloísio um nome agradável, ainda que o seu semelhante Luís seja muito mais apelativo.

Qual é a vossa opinião sobre Aloísio?


Fontes Consultadas:
Ana Belo (1997) Mil e tal Nomes, ARPEN/SP, Behind the Name, IBGE, IRN, NameBerry, SPIE.

5 comentários:

  1. Não gosto, este é outro dos nomes que acho triste.

    ResponderEliminar
  2. Acho datado e acredito que não volte à moda tão cedo. Descontando esse fator, também o acho agradável, simpatizo.

    ResponderEliminar
  3. acho feio e lembra-me Luís, outro nome que detesto.

    ResponderEliminar
  4. Gostei de saber sobre a proximidade entre Luís e Aloísio. Acho um nome datado e ficará no fundo do baú.

    ResponderEliminar