quinta-feira, 11 de maio de 2017

Gião


Uma coisa é certa, está relacionado com Julião. A dúvida que pode pairar é se é forma arcaica ou se é forma popular de Julião, já que uns falam em forma arcaica, outros em forma popular.

Arcaico para mim é antigo, caído em desuso. Popular é algo comum ou usado pelo povo.

Pode-se complementar, é verdade! Será uma forma usada entre o povo que levou a Julião? Ou esta era uma forma comum para Julião entre o povo?

Fiquei “em modo”: o que é que veio primeiro, a galinha ou o ovo?

Lá fui eu também pesquisar sobre Julião: Julião deriva de Júlio, nome de origem latina (não há Gião na história).

Entretanto encontrei uma informação interessante sobre Gião, em que este nome aparece sobretudo em topónimos compostos (topónimo: nome de um lugar, sítio ou povoação) indicando a existência de uma ermida ou capela da invocação a S. Julião.

Ainda assim, decidi procurar sobre São Gião e sobre São JuliãoSobre São Gião, só encontrei informação sobre terras. Andei a consultar sites onde consta informação dos santos católicos e não encontrei nada sobre São Gião.
Já o contrário aconteceu com São Julião (é verdade que também encontrei nomes de lugares), onde apesar do dia de celebração possa variar de país, ou mesmo cidade para cidade, é o 9 de Janeiro.

Com isto fiquei convencida que a ideia do arcaico e popular realmente se complementam, sendo Gião uma forma arcaica mas popular de Julião.

Ao vir de Julião então são atribuídos dois significados, do latim cheio de juventude e brilhante, do grego cabelos pretos macios. Até aqui as duas formas se complementam, não me recordo de ver alguém com um cabelo farto preto a partir dos 40 e poucos anos, pois já lá anda pelo menos um branquinho à espreita.

Relativamente aos registos, vou começar pelo Brasil, não encontrei informação no IBGE. Pode também ter que ver com a nota 3, em que apenas são apresentados nomes com existência de pelo menos 20 em todo o Brasil, 15 em todo o Estado e 10 em cada Município. Resumindo, este nome é nulo ou extremamente raramente usado.

Para o caso português, indo ao SPIE, tanto Gião como Giao têm a indicação de “o termo indicado não existe”.

E agora sim, é que vou à lista de nomes admitidos: anda na lista, mas não é permitido.

Resumindo e concluindo é diminutivo.


Preferem Gião ou Julião? 

Margarida Rebelo Madeira


Fontes consultadas:
Behind the Name, IRN, SPIE, IBGE, Toponímia, Calendário da liturgia católica 2017, Igreja católica  


4 comentários:

  1. Pra mim, falta alguma coisa em Gião. Acredito que por estar acostumada com Gideão, que é um nome que amo. Mas, Entre Gião e Julião, o primeiro ganha.

    ResponderEliminar
  2. Não conhecia e achei simpático(me lembrou o bíblico Sião). Prefiro Gião a Julião.

    ResponderEliminar
  3. Ainda não tenho grande opinião formada sobre Gião. Posso apenas dizer que o acho interessante, tem aquela aura medieval que me atrai imenso ^_^

    ResponderEliminar