quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Liliana - Atendendo a Pedidos


Uma coisa é certa: Liliana surgiu como uma elaboração a partir de Lílian ou Lília. A doce e meiga sonoridade "Lili" unida com a conhecida terminação "ana", deu origem ao alegre, longo e super feminino Liliana. Sua pronúncia é bonita de se ouvir, é muito melodiosa e agradável, soa quase como uma canção. E o que dizer do amoroso diminutivo Lili? Um charme extra! Liliana fez muito sucesso entre as décadas de 70/80 em nossos países e talvez seja considerado um pouco datado para os dias atuais, abrindo espaço para versões mais modernas como Liana, mas nada disso tira o seu eterno ar de felicidade. Sim, Liliana é um nome feliz! Luminoso! Não podemos deixar de citar Liliane. No Brasil a variante francesa superou Liliana em números de registros ao longo dos anos, por isso ela também terá seu espaço em nosso post.

Liliana é considerada a forma latina de Lílian, nome que surgiu no mundo de fala inglesa através de Lilian/Lillian, provavelmente como um diminutivo de Elizabeth, nome de origem hebraica que significa Deus é meu juramento. Uma outra hipótese para Lílian (menos provável), é que seja uma forma mais elaborada de Lily, nome feminino que em inglês quer dizer literalmente lírio. Liliana  pode ainda ser uma grafia criada a partir de Lília, oriundo do latim lilium cujo significado é também lírio. Vários caminhos que levam para o mesmo destino: o lírio. Nomes ligados à essa flor tão querida e admirada ganham um brilho especial, poético. O lírio emana ternura e delicadeza, é considerado a flor que simboliza a pureza e a inocência. Mas se preferir um sentido mais religioso para Liliana, pode fazê-lo levando em conta sua origem através de Elizabeth. Resumindo: Liliana é uma grafia mais enfeitada, floreada de Lílian ou Lília.

Como dissemos, o período de auge de Liliana em nossas terras aconteceu em décadas passadas, mas é um nome da moda em outros locais e está nos tops de popularidade em países como Polônia (#21), Hungria (#32), República Tcheca (#50) e México (#51). Nos Estados Unidos está em crescimento constante e atualmente ocupa a posição #123 no ranking norte-americano. Já Liliane está mais restrito ao seu país de origem (França), tendo seu pico entre as décadas de 30 a 50, quando fez parte do top 20 francês. Com o passar do tempo foi decaindo até desaparecer das tabelas de popularidade (última vez em 1985 na posição #449). Podemos dizer que entre franceses Liliane é visto como um nome antiquado, sendo mais comum entre senhoras. A média de idade de suas portadoras é  de 73 anos. Na atualidade raramente é visto em crianças e adolescentes francesas.

No Brasil Liliana teve seu auge na década de 80, mas nos anos seguintes não manteve o mesmo ritmo e foi perdendo popularidade. Sua frequência é de 11.766 brasileiras assim chamadas, mas Liliane, sua variante francesa,  brilhou muito mais: nada mais nada menos que 88.309 brasileiras têm esse nome, um número expressivamente maior que Liliana! Entre as décadas de 70/80 alguns nomes terminados em "ane" entraram na moda no Brasil (outros exemplos são Viviane e Cristiane) e tiveram muito mais registros que as versões em português. Acredito que foi o que aconteceu com Liliane. Da mesma forma que Liliana, o período de maior uso de Liliane foi nos anos 80. As Lilianas brasileiras estão mais concentradas no Rio Grande do Sul e as Lilianes na Bahia. Os dias de ouro de Liliana e Liliane parecem ter passado, nos dias de hoje seus registros são pequenos: em 2016 Liliana obteve 2 registros no estado de São Paulo e Liliane 9. Em 2015 foram 4 registros para Liliana e 10 para Liliane.

Em Portugal tanto Liliana, quanto Liliane são autorizados pelo IRN, mas o uso de Liliana é bem superior. Na atualidade  Liliana parece ser mais lembrado entre portugueses que entre brasileiros: em 2016 foi registrado 32 vezes e Liliane 4 vezes; em 2015 foram 28 registros para Liliana e 2 para Liliane. Assim como no Brasil, a grande alta de Liliana foi no passado, mais precisamente nos anos 70 quando seus registros dispararam, chegando a ser registrado 1.252 vezes em 1979! Na década de 80 ainda conquistava muitos fãs, mas seus números foram decrescendo. Os números de Liliane são modestos: apenas 22 registros de 1920 a 1980.

Referências para Liliana:
  • Liliana Campos - apresentadora portuguesa;
  • Liliana Castro - atriz brasileira;
  • Liliana Cavani - diretora e roteirista italiana;
  • Liliana Ibáñez - nadadora olímpica mexicana;
  • Liliana Lozano - atriz colombiana;
  • Liliana Ronchetti - jogadora de basquete italiana;
  • Liliana Santos - atriz e modelo portuguesa.
Referências para Liliane:
  • Liliane Atlan - escritora francesa;
  • Liliane Bettencourt - empresária francesa (principal acionista do grupo cosmético L'Oréal);
  • Liliane Bert - atriz francesa;
  • Liliane Ferrarezi - modelo brasileira;
  • Liliane Patrick - atriz francesa;
  • Liliane Sobieski - atriz americana;
  • Liliane Ventura - jornalista e apresentadora brasileira.

Em 2016 o cantor do grupo Goo Goo Dolls, John Rzeznik, escolheu Liliana para sua filha; Liliana Ruth, nascida em 2012, é filha do ator americano James Gandolfini, astro da série Os Sopranos.

Liliana (e no Brasil também Liliane), foram muito usados em determinadas épocas, ficando por isso mais associados à um período do tempo, podendo soar como datados, um tanto ultrapassados, mas não acho que isso seja um impedimento para seu uso, afinal as modas são cíclicas. Fica bem sozinho ou em compostos (como segundo elemento pode enriquecer muitas  combinações). Liliana é internacional, simpático, gera um apelido/diminutivo muito fofo (Lili), e ainda faz parte da família dos "nomes de lírio". Poucos nomes são tão graciosos, melódicos e femininos quanto Liliana!

Que visão têm sobre Liliana? Preferem Liliana ou Liliane?

Fontes Consultadas:

ARPEN/SP, Behind the Name, Le Journal des Femmes, IBGE, IRN, Nameberry, SPIE, Wikipédia.


8 comentários:

  1. Respostas
    1. Nathy, procuramos por informações sobre Lindaia em nossas fontes de pesquisa mas nada encontramos, o que me leva a crer que trata-se de um nome sem etimologia definida. A falta de dados infelizmente nos impossibilita a criação de um post. 

      Eliminar
  2. Patrícia Monteiro

    Aguardo a abordagem de Leontina/Leontino.

    Obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Lucas! Não esquecemos do seu pedido, assim que o post estiver pronto será publicado.

      Eliminar
  3. Liliana é um bonito nome. Fácil de falar, musical e doce. Porém acho que precisa descansar pq foi usado bastante. Certamente irá voltar no futuro para alegrar algumas famílias.

    ResponderEliminar
  4. "Liliana Ayalde é uma diplomata estadunidense, de 2013 a 2017 foi embaixadora dos Estados Unidos no Brasil". Wikipédia

    ResponderEliminar
  5. Olá, trago 3 novos belos nomes raros femininos para nossa coleção: Aymina, Amynie e Dábila.
    Abraços

    ResponderEliminar
  6. Obrigada! Esperava por um post sobre Liliana há tempos! Adorei!

    ResponderEliminar